1

Clarice Lispector

Não me prendo a nada que me defina – Clarice Lispector


Não me prendo a nada que me defina. Sou companhia, mas posso ser solidão. Tranquilidade e inconstância. Pedra e coração. Sou abraços, sorrisos, ânimo, bom humor, sarcasmo, preguiça e sono! Música alta e silêncio. Serei o que você quiser, mas só quando eu quiser. Não me limito, não sou cruel comigo! Serei sempre apego pelo que vale a pena e desapego pelo que não quer valer… 
“Suponho que me entender não é uma questão de inteligência e sim de sentir, de entrar em contato... Ou toca, ou não toca."
(Clarice Lispector)

Amigos do Blog Educar é Viver, achei esse Blog Literário, muito interessante, para os profissionais de Língua Portuguesa e Literatura.
                http://ivanetelunanda.blogspot.com/

1 comentários:

Ivanete Nunes de Oliveira disse...

OI MINHA QUERIDA,ABRAÇÃO E MUITO GRATA.HÁ PESSOAS QUE A GENTE NEN CONHECEE PARECE QUE jÁ CONHECÌAMOS.
OBRIGADA.

 
©2011 Juliana Hellen Por Templates Sal da Terra