2

11 de outubro dia do Deficiente Físico



   No Decreto Federal nº 5.296/04, considera-se deficiência física "a alteração completa ou parcial de um ou mais segmentos do corpo humano, acarretando o comprometimento da função física.São elas: paraplegia, paraparesia, monoplegia, monoparesia, tetraplegia, tetraparesia, triplegia, triparesia, hemiplegia, ostomia, amputação ou ausência de membros, paralisia cerebral, nanismo e membros com deformidade congênita ou adquirida.
   As primeiras noções que temos que ter é a diferença entre "plegia" e "paresia".
  "Plegia" é a ausência TOTAL de movimentos.
  "Paresia" é a ausência PARCIAL de movimentos.
Ou seja, um aluno que apresenta uma "PLEGIA" é muito mais comprometido (em nível de movimentação) do que um aluno que apresenta uma "PARESIA".
   Ter uma lesão "HEMI" significa ter uma lesão em meio lado do corpo. Ter uma lesão "PARA" significa ter uma lesão abaixo da cintura.
   ATENÇÃO:
  • Um aluno que apresenta uma HEMIPLEGIA tem um comprometimento motor total em meio lado do corpo;
  • Um aluno que apresenta uma HEMIPARESIA tem um comprometimento motor parcial em meio lado do corpo;
  • Um aluno que apresenta uma PARAPLEGIA tem um comprometimento motor total abaixo da cintura, decorrente de uma lesão medular; são os "paraplégicos";
  • Um aluno que apresenta uma PARAPARESIA tem um comprometimento motor parcial abaixo da cintura.
     Outros termos são usados para descrever a deficiência física:
  • monoplegia: ausência de movimentos em apenas um membro do corpo, como um dos braços ou uma das pernas;
  • diplegia: ausência de movimentos em dois membros do corpo, como os dois braços ou duas pernas;
  • tetraplegia: ausência de movimento nos quatro membros do corpo, braços e pernas, decorrente de uma lesão medular;
  • amputação: quando há retirada total ou parcial de um ou mais membros do corpo.
   Descrição de algumas Deficiências Físicas:

Lesão Medular: É um trauma direto com rompimento da medula, pode ocorrer por acidentes. Os mais comuns são: lesão por arma de fogo, acidente automobilístico, mergulho em águas rasas, lesão por erro médico e por acidentes domésticos. O comprometimento vai depender de muitos fatores, entre eles, lugar da lesão e tratamento necessário.

Microcefalia: É representada pela defasagem no crescimento do cérebro, devido ao fechamento precoce dos ossos do crânio, chamado craniossinosteose. A  calota óssea do crânio acaba impedindo que o cérebro cresça, trazendo consequências para a saúde e o desenvolvimento da criança.Essa é a principal causa da microcefalia. Ela não é uma deficiência em si, mas normalmente acarreta o surgimento de uma deficiência física, intelectual, entre outras;

Mielomeningocele: É uma anormalidade congênita do sistema nervoso, que se desenvolve nos primeiros dois meses de gestação e provoca problemas na formação do tubo neural.

Hidrocefalia: Ocorre quando o líquido da medula não pode circular normalmente e acumula-se no cérebro.
A hidrocefalia não é uma deficiência, mas pode provocar o surgimento de deficiência física, intelectual, entre outras.

Distrofia Muscular Progressiva: Como o próprio nome diz, é uma doença progressiva, ainda incurável, que afeta os tecidos musculares do corpo de forma grave e contínua, e que impede a criança de andar e correr, levando-a a um déficit físico acentuado.

Distrifia Muscular de Duchenne: É uma doença de origem genética, causada pela falta de uma proteína, a distrofina, que protege a célula muscular.A ausência dessa proteína torna a célula muscular frágil e ela rompe com facilidade.

Hérnia de Disco: É um deslocamento de disco invertebral por compressão de uma vértebra na outra.

Epilepsia: É um disturbio cerebral caracterizado por disritmias eletroencefalográficas.Ela se manifesta por meio de diferentes tipos de crises, podendo ser classificadas de acordo com a natureza da lesão. 

CUIDADOS na SALA de AULA com o aluno com deficiência física.

  • Propiciar a melhor adaptação possível do aluno `cadeira para lhe proporcionar melhores condições de aprendizagem e de respostas às atividades apresentadas;
  • Acomodar os alunos de acordo com sua deficiência física: alguns podem sentar-se nas mesas cadeiras dos demais alunos, outros devem ter sua própria cadeira, as quais sigam as reais necessidades anatômicas do aluno;
  • Carregar o aluno com deficiência física o menos possível, para evitar futuros problemas na sua coluna e na do professor também;
  • ao carregar o aluno, sentá-lo simetricamente, trazendo seu tronco para próximo dos quadris e levantá-lo segurando embaixo dos seus joelhos e nas suas costas.Se o aluno tiver condições de colocar seus braços em torno do pescoço do professor, poderá facilitar a sua locomoção;
  • Conversar com a família ou com os terapeutas do aluno (fisioterapeuta,terapeuta ocupacional, fonoaudióloga, etc.) para buscar informações sobre qual a melhor forma de adaptar o aluno à sala de aula;
  • Perguntar aos pais sobre a alimentação do aluno e sobre os remédios que ele toma, assim que ele entrar na escola, pois algumas crianças com deficiência física não podem se alimentar com comidas sólidas por causa de refluxo ou problemas sérios na deglutição de alimentos;
  • Manter a posição correta da cabeça do aluno, pois isso permite que a criança tenha melhor percepção espacial, noção de profundidade e consciência corporal;
  • Providenciar descanso para os pés, caso a criança não fique na sua cadeira de rodas. Os pés do aluno devem sempre estar apoiados em uma base;
  • Colocar canaletas de madeira ou de PVC cortado ao meio,se necessário, em toda a volta da carteira para evitar que os lápis caiam no chão.
  • Providenciar suportes para livros;
  • Aumentar o calibre do lápis, garfo,colher, enrolando-o com fita crepe, cadarço ou ainda com espuma para facilitar a preensão caso não haja condições de comprar os materiais adaptados que existem à venda em lojas especializadas.
Recursos patra Melhor Atender os Alunos com Deficiência Física na Escola.
  Adaptações nos recursos físicos dos prédios escolares:
  • Colocação de rampas;
  • Colocação de corrimões próximos a bebedouros, aos assentos dos banheiros e à lousa.
  • Colocação de portas mais alargadas que possibilitem a passagem de cadeiras de rodas;
  • banheiros adaptados;
  • substituição de maçanetas redondas por maçanetas com sistema de alavancas;
  • remoção de carteiras, de forma a possibilitar a passagem de cadeiras de rodas ou a facilitar a locomoção de alunos com muletas;
  • Modificação no moboliário, de forma a promover maior conforto a crianças que usam tipóias, órteses e próteses;
  • colocação de tapetes antederrapantes nas áreas escorregadias;
  • aquisição de mobiliário com cantos arredondados.
      Seria muito importante se a escola seguisse as indicações do conceito de desenho universal, já mencionado anteriormente.
    A ideia é que o máximo de pessoas, independente de sua condição física, idade, sexo, capacidade, crença, deficiência, possa ter acesso a todos os lugares com o mesmo direito e conforto.Isso não é tarefa das mais fáceis.
    O conceito de desenho universal é apoiado pela Organização das Nações Unidas (ONU), por propiciar a igualdade de oportunidades.

Livro: Esclarecendo as Deficiências / Autoras: Márcia Honora e Mary L. Frizanco Ed. Ciranda Cultural



Livros que podemos utilizar para trabalhar inclusão social


A felicidade da borboleta
Marcela, que estuda balé, vai fazer sua primeira apresentação – e sua fantasia é de borboleta. Ao ouvir o som das pessoas se movimentando e conversando, Marcela deduz que a platéia está cheia, certamente ocupada por seus pais e amigos que lá estão para vê-la dançar. adores. Livro também escrito em braille.


Júlia e seus amigos
Uma bela e envolvente história infantil, que traz para a sala de aula uma discussão inadiável: a integração de crianças com deficiências na escola comum. Trata-se da Educação Inclusiva, proposta pedagógica que é apresentada neste livro através das peripécias de Júlia, menina de oito anos, que tem deficiência física. Ela sempre havia estudado em escolas especiais para deficientes, mas agora enfrentará um outro desafio: estudar junto com crianças não deficientes, numa nova escola. Júlia, então, se pergunta: a escola tem rampas para que ela possa se locomover com a cadeira de rodas? As outras crianças vão compreendê-la? Será que a professora é legal? Um livro divertido e emocionante, que mostra a necessidade de se valorizar o diferente, eliminando a segregação e fazendo da escola um espaço de convivência plena entre crianças, pais e educadores.Livros também escrito em braille.



O grande dia
O time de futebol da classe de Rodrigo vai disputar a final do campeonato e isso é motivo mais do que suficiente para que este dia seja O Grande Dia. De tanto assistir aos jogos (ele sempre foi o torcedor mais assíduo, nunca perdia uma partida!), Rodrigo percebeu que seus amigos eram muito desorganizados, cada um jogava por si…. Livro também escrito em braille.




 Desenho para pintura



Filmes recomendados:

  • O óleo de Lorenzo:Física
  • Uma janela para o céu:Física
  • Gaby - Uma história verdadeira:Paralisia Cerebral
  • Meu pé esquerdo:Paralisia Cerebral
  • Mar Adentro: tetraplegia (ausência de movimentos nos quatro membros)
                              Sites recomendados:

  • Comitê Paraolímpico Brasileiro - www.brasilparaolimpico.org.br
  • Rede Saci - www.saci.org.br; www.dicionariolibras.com.br
                      Para você que possui ainda muitas dúvidas sobre as Deficiências, recomendo a leitura do livro Esclarecendo Deficiências, é um livro maravilhoso, esclarecendo os aspectos teóricos e práticos para contribuir com uma sociedade inclusiva. O livro enfoca conhecimento sobre deficiências,contando dados clínicos,mediações pedagógicas, bibliografia específica, sites e filmes que abordam a tema, para que possamos estar mais preparados para nossa atuação numa sociedade inclusiva.





2 comentários:

Rita de Cassia disse...

Amei seu blog com certeza ajudará muitas professoras como eu!!Visite o meu Bellas fofuras ficarei grata com sua visita! Ótima semana!
Beijos Rita

Rita de Cassia disse...

Amei seu blog com certeza ajudará muitas professoras como eu!!Visite o meu Bellas fofuras ficarei grata com sua visita! Ótima semana!
Beijos Rita

 
©2011 Juliana Hellen Por Templates Sal da Terra