1

12 de Novembro- Dia do Diretor de Escola


                                              

Um diretor de escola é, antes de tudo, um educador. As normas da vida escolar repercutem de forma profunda e nem sempre aparente, na formação dos alunos. Melhor seria se a influência da escola na personalidade dos alunos se desse apenas através da atuação dos professores, mas não é assim, pois numa escola com direção ditatorial, os alunos tenderão à ser mais submissos, discordando dos objetivos da educação democrática.
A administração da escola não é um processo destacado da atividade educacional , ao contrário, está envolvido nela de tal forma que o diretor precisa estar sempre atento às conseqüências educativas de suas decisões e atos. No desempenho da sua função, o diretor é um educador preocupado com o bem-estar dos alunos, e não apenas um administrador em busca de eficiência.
O diretor tem em suas mãos uma grande soma de responsabilidades. Na verdade, ele é responsável por tudo o que se passa na escola. Em ocasiões especiais, o diretor representa a própria escola, por exemplo, quando comparece a uma solenidade como convidado por sua função de diretor, quando preside uma reunião na própria escola, quando confere certificados e diplomas, quando se dirige a outras entidades para tratar de assuntos de interesse da escola.
Assim sendo, diretor de escola é uma função bastante complexa com três aspectos relevantes: autoridade escolar; educador e administrador. Os que convivem com um diretor competente costumam admirá-lo como pessoa, apreciam seu discernimento, reconhecem sua personalidade positiva, mas quanto as tarefas, não as conhecem claramente.
Acreditam que a sua principal função seja comandar, isto é, fazer com que todos trabalhem, enquanto ele mesmo apenas observa, achando a direção supérflua. A boa direção se integra tanto com a atividade da escola que quase não é percebida. Aparentemente, o diretor nada tem a fazer numa escola em que todos cumprem suas obrigações e executam suas funções.
Mas se uma pessoa incompetente assume esse papel, em pouco tempo as dificuldades serão tantas que cairá a estrutura cuidadosamente montada pelo diretor competente. Então, é pelo contraste que aparece o real mérito do diretor. Portanto, o diretor é a peça básica para o bom funcionamento da escola.
"O progresso da ciência e da técnica com sua projeção nas atividades humanas, precisa ser assimilado pelos administradores escolares, o que dará uma consciência de efetiva prioridade aos problemas da educação brasileira. A primeira preocupação, no entanto, precisa se concentrar na utilização dos recursos da organização científica do trabalho, deixando de lado o primarismo dos 'jeitosos' ou daqueles curiosos da administração, que não se formaram para esse entendimento". Skiep, 1969.
                                           

                             

1 comentários:

Miriam disse...

Olá Viviane,


Obrigada pela visita e por seguir o blog.Esteja à vontade sempre que passar por lá.Linkei o seu blog e tb estou te seguindo. Estarei sempre a cata de ativ. parta o 5º ano.

abços

 
©2011 Juliana Hellen Por Templates Sal da Terra